Notícias

    Postado em 16 de Maio de 2017 às 11h05

    Trabalhadores catarinenses vão ocupar Brasília

    Sindicom Chapecó Trabalhadores catarinenses vão ocupar Brasília  Trabalhadores e trabalhadoras catarinenses estarão no Ocupa Brasília na próxima quarta-feira, dia 24 de maio Mais de 30 ônibus do estado...

     Trabalhadores e trabalhadoras catarinenses estarão no Ocupa Brasília na próxima quarta-feira, dia 24 de maio

    Mais de 30 ônibus do estado farão uma viagem de duas noites e um dia, para acompanhar de perto a votação da reforma da previdência no plenário da Câmara dos Deputados. O projeto de emenda da Constituição, que tramita com o número 257/2016, chega agora ao Plenário para ser apreciado pela primeira vez por todos os parlamentares.

    Para Renaldo Pereira, secretario geral da CUT-SC, esse é um momento crucial em que os trabalhadores e trabalhadoras precisam estar presentes para mostrar que rejeitam um projeto tão cruel à classe trabalhadora. “As mobilizações que estamos fazendo crescem dia após dia, estamos nos aeroportos, nas frentes das casas dos parlamentares, nas ruas. Agora chegou a hora de ocuparmos Brasília e mostrar que não aceitaremos calados a retirada de direitos”.

    A reforma da Previdência sugerida por Temer, altera vários requisitos para a população acessar a aposentadoria, bem como limita o acesso a outros benefícios. “Desde a sua divulgação o movimento sindical CUTtista, tem feito debates, a maioria das câmaras dos deputados aprovou moção de repúdio a esse projeto e a CUT tem feito ações para conscientizar a população e cobrar dos deputados e senadores a rejeição a este projeto”, explica Anna Julia Rodrigues, presidenta da CUT-SC.

    O projeto está na pauta do dia 24 e para ser aprovado precisa ter quórum qualificado, o que significa ser aceito por pelo menos três quintos do total de deputados, ou seja, para aprovar a reforma da Previdência do Temer, 308 deputados terão que votar a favor. Se passar, outra sessão será marcada e nova votação pode acontecer, mas essa terá que ser depois de um intervalo de duas sessões. O que protela a decisão e faz com que muita coisa possa acontecer nesse intervalo.

    Além da reforma da Previdência, a reforma Trabalhista também é alvo de protesto dos trabalhadores e trabalhadoras que seguem para Brasília. A proposta que pode alterar mais de 100 artigos da CLT, já foi aprovada na Câmara dos Deputados e agora passa por avaliação no senado.

     

    Fonte: CUT/SC

    Sindicom Chapecó Acampa Brasília - O Brasil estará lá! Expectativa da Frente Brasil Popular é reunir, na capital federal, 100 mil pessoas no dia 24  Fonte: Frente Brasil Popular A partir desta quarta-feira (17), as...

    Acampa Brasília - O Brasil estará lá!

    Expectativa da Frente Brasil Popular é reunir, na capital federal, 100 mil pessoas no dia 24 

    Fonte: Frente Brasil Popular


    A partir desta quarta-feira (17), as centrais sindicais organizam uma série de ações contra as reformas trabalhista e da Previdência propostas por Michel Temer (PMDB). No dia 24 de maio, os atos se concentram no Distrito Federal, com a convocação do Ocupa Brasília. Na data, as entidades planejam, entre outras atividades, a realização de uma marcha e um ato político.

    Movimentos populares que integram as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo também organizam o evento. A expectativa é reunir 100 mil pessoas na capital federal. Sindicatos, regionais filiadas às centrais e comitês estaduais das frentes já estão organizando caravanas ao local.

    Segundo os organizadores, as mobilizações dão continuidade à Greve Geral, realizada no dia 28 de abril, e à Jornada de Lutas em Defesa da Democracia em Curitiba (PR), na última quarta-feira (10), data em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) prestou depoimento ao juiz federal de primeira instância Sérgio Moro.

    Com a manifestação, as centrais pretendem pressionar os parlamentares em uma semana que pode ser decisiva para a tramitação, na Câmara dos Deputados, da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287, que altera as regras da Previdência, adiando aposentadorias e diminuindo os valores de benefícios.

    A votação em dois turnos no plenário da Casa está prevista para os dias 24 e 31 de maio. Sem a convicção dos 308 votos necessários para a aprovação da proposta, no entanto, o governo pode protelar a apreciação da matéria até o mês que vem.

    Janeslei Aparecida Albuquerque, secretária de relação com os movimentos sociais da Central Única dos Trabalhadores (CUT), afirma que o momento também será de diálogo com a população para divulgar a "crueldade e violência" que é a reforma trabalhista. Segundo ela, o que está em processo com a proposta, em conjunto com a PEC 287, é o "desmanche de um projeto de país".

    "A medida que o golpe vai avançando, as pessoas vão tomando mais consciência do que está acontecendo; mas a pauta do Congresso não parou", diz.

    A última pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha mostrou que 7 em cada 10 brasileiros são contrários à reforma da Previdência. Já uma enquete no site do próprio PMDB, partido de Temer, computava 96% de votos contra a reforma e apenas 2% a favor no final da tarde desta segunda-feira (15).

    Além de Brasília, paralisações e mobilizações também são esperadas em outros estados no dia 24 de maio. Em São Paulo (SP), a Frente Povo Sem Medo convoca um debate público no Vão Livre do Museu de Artes de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista.

    Veja também

    DIA NACIONAL DE AÇÃO acontece em Chapecó12/07/17Sindicom participa de ato Nacional de Ação em favor dos trabalhadores e trabalhadoras da rede Walmart O Dia Nacional de Lutas contra Rede Walmart/Big, realizado nesta quarta-feira (12) foi organizado pelo Comitê Sindical Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras da empresa e organizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços da CUT (Contracs/CUT). E convocado em Santa Catarina, pela Federação dos Trabalhadores no Comércio do nosso......
    ASSEMBLEIAS 2015 - COOPERATIVAS10/03/15Sindicom Chapecó inicia assembleias com trabalhadores de cooperativas    O Sindicato dos Empregados no Comércio de Chapecó e Região (Sindicom) iniciou nesta terça-feira (10) as assembleias com trabalhadores de cooperativas de cidades da região de abrangência do......
    Dia do Comerciário 201326/02/14 Para celebrar esta importante data o Sindicom Chapecó está organizando um belo evento que será realizado no dia 17 de Novembro em sua sede - Cercom. Neste dia especial haverá distribuição gratuita de pipoca,......

    Voltar para Notícias